Papiros / Papyrus

20.00 Incl. IVA (tax)

(english version below)

O papiro é uma planta vigorosa, semelhante a uma relva gigante, perene e tem sido utilizada pelos humanos há mais de 4.000 anos, tendo sido usada pelos antigos egípcios para fazer uma espécie de papel. É frequentemente cultivada como planta ornamental em áreas tropicais e temperadas quentes do mundo, sendo um ótimo filtro para lagos e piscinas biológicas.

Nome latino: Cyperus papyrus
Partes comestíveis: raíz e caule

Propriedades medicinais:
O papiro teve uma série de aplicações medicinais no passado, embora seja pouco ou nada usado hoje em dia.
O principal uso parece ter-se limitado às folhas de papiro queimadas, cujas cinzas tinham a fama de ter a ação do carvão pulverizado e eram utilizadas no tratamento de certas doenças oculares. Dizia-se também que a cinza evitava que úlceras malignas se espalhassem pela boca. Além disso, se embebidas em vinagre e depois queimadas, as cinzas curariam feridas.

Como plantar papiro:
Necessidades: pleno sol ou sombra parcial, solo húmido e pantanoso ou águas rasas paradas
As plantas podem espalhar-se rapidamente por meio dos seus rizomas. O melhor momento para plantá-lo é no início da estação chuvosa (Outono) e cresce muito bem tanto em ambientes exterior como interior, desde que haja água suficiente no solo.

Como colher:
Corte os caules na base com uma faca ou tesoura afiada para um melhor crescimento.

Como consumir:
As partes inferiores do caule podem ser comidas cruas ou cozidas. Também podem ser mastigados, chupados e cuspidos como a cana-de-açúcar.

Outro uso:
A medula fibrosa das hastes pode ser usada para fazer papel. As esteiras de papiro são usadas para fazer cercas e cabanas. Também era tradicionalmente utilizado para fazer buquês formais, grinaldas funerárias, barcos, leques, sandálias, esteiras, rolhas e caixas.

(A informação contida neste site tem uma finalidade meramente informativa, sem garantias de integridade ou exatidão, não assumimos responsabilidade por quaisquer efeitos adversos decorrentes do uso de plantas, ou do resultado da propagação ou cultivo das mesmas.)

 

Category:

Product Description

Papyrus

Papyrus is a vigorous, grass-like perennial plant and has been utilized by humans for over 4.000 years, having been used bij the ancient Egyptians for making a kind of paper. It is often cultivated as an ornamental in tropical and warm temperate areas of the world, being a great filter for water ponds and pools.

Latin name: Cyperus papyrus
Edible properties: root and stem

Medicinal properties:
Papyrus had a number of medicinal applications in the past, though it is little, if at all, used nowadays.
The main use seems to have been confined to burnt papyrus sheets, the ash of which was reputed to have the action of pulverized charcoal and was used in the treatment of certain eye diseases. The ash was also said to check malignant ulcers from spreading in the mouth or elsewhere. Also, If soaked in vinegar and then burnt, the ash would heal wounds.

How to plant Papyrus:
Needs: full sun or partly shade, wet boggy soil or standing shallow water
Plants can spread rapidly by means of their rhizomes. The best moment to plant it is in the beginning of the rainny season, and it grows very good outdoor as well as indoors, as long as there is enough water in the soil.

How to harvest:
Cut the stems on the base with a knife or sharpe scissors for a better regrowth.

How to eat:
Lowermost parts of the stem can be eaten raw or cooked. They can also be chewed, sucked and spat out like sugar cane.

Other usage:
The fibrous pith of the stems can be used for making paper. Papyrus mats are used for making fences and huts. It was also traditionally used to make formal bouquets funeral garlands, boats, cordage, fans, sandals, matting, corkage and boxes.

(The information contained in this website is provided on an “as is” basis with no guarantees of completeness or accuracy, we can not take any responsibility for any adverse effects from the use of plants, or the outcome of the propagation or cultivation of plants.)

Reviews

There are no reviews yet.

Be the first to review “Papiros / Papyrus”

Your email address will not be published. Required fields are marked *